segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Ballet adulto

 Aos 22 anos de idade, entrei pra aula de ballet clássico.
Parece impossível, ballet é pra quem começa criança, aos 3... 4 anos de idade. Né?
Bom, tem vários aspectos que nos levam a pensar assim, a flexibilidade, o desenvolvimento da musculatura corretamente, a força, a precisão adquiridas desde a infância por exercícios repetitivos e até exaustivos, que levam à perfeição.
É claro que aos 22 anos meu corpo não é flexível, não é forte o suficiente, tem seus defeitos, suas limitações. Mas, não dá pra dizer que é impossível fazer ballet clássico.
Quantas mulheres já sonharam em dançar ballet quando eram apenas crianças, mas não puderam frequentar aulas, por qualquer motivo...
Foi o meu caso.
Aos 8 anos fiz algum tempo de ballet. Só que a escola era muito longe, o horário era muito ruim... Bom, não deu pra continuar..
Mas era o meu sonho de criança.
Até que descobri que eu precisava deixar a minha criança viver o que precisava ser vivido e não foi.
Decidi retornar. Na primeira oportunidade que apareceu, alguém que desse aula de ballet clássico adulto, fui lá e me matriculei.
Faz pouco tempo, 1 mês apenas.
Mas é uma terapia incrível. Uma atividade física maravilhosa. E melhor do que ser uma atividade física completa, que tonifica, fortalece, dá equilíbrio e proporciona uma vida mais saudável, para mim, o ballet é a realização de um sonho.
Algo que cura a alma.
Me entristeço quando penso que durante os anos que passei sem fazer ballet, eu poderia tê-lo feito, e hoje seria uma bailarina e tanto.. rs
Mas o que me resta é o dia de amanhã, e eu estou muito feliz de poder realizar o meu sonho. O sonho da Jéssica lá de 1999... Até antes..
Claro que não é ballet profissional, não tem aquela rigidez toda.. (ainda bem, rs) mas ainda assim, eu sinto uma alegria imensa toda vez que vou à aula. Desde o momento de vestir a meia-calça, o collant e fazer o coque, até o último segundo de aula.
Essa foi a melhor decisão que eu poderia ter feito por mim, pra mim.. a minha pequena Jéssica agradece, e dá piruetas de felicidade.. rs

Nenhum comentário: